Apesar da boa exportação e resultados positivos na balança comercial, o agronegócio ainda não reagiu à desvalorização cambial.

 

Leia a entrevista clicando aqui

Compartilhe