A empreitada de qualquer negócio é um árduo caminho na conquista do sucesso. Para isso, a primeira e mais importante decisão é definir o objetivo principal. Com ele o gestor deve analisar seus alvos pessoais e, em seguida, traçar uma estratégia para alcançá-los. Um gestor rural bem sucedido sabe manejar suas operações e utilizar o máximo possível os recursos que têm disponíveis, procurando sempre seguir a estratégia planejada para poder atingir seus propósitos. Ele precisa ser capaz de integrar o conhecimento e a experiência que possui no processo de tomada de decisão, para desenvolver o futuro da sua atividade.

O modelo do empreendimento agro deve basear-se em um “tripé”, composto por:

– Estratégia: envolve a conscientização de onde o negócio está e a projeção dele no futuro, através de uma série de passos e pequenos objetivos a serem atingidos. Identificando questões como: o segmento em que se deseja atuar, o que, como e quanto vai ser produzido, para qual mercado e com quais fornecedores irá trabalhar, assim, já será possível estabelecer um planejamento dos processos que permitirão que cada uma das metas seja cumprida. Este ponto ainda envolve a análise do futuro do setor e da melhor forma de se adequar às constantes mudanças, tendo sempre em mente a importância dos relacionamentos da empresa rural com o mercado em que atua.

– Tecnologia: não somente permite a excelência da estrutura e do maquinário disponível na propriedade, como também permitirá uma visão sistêmica e organizada da empresa rural durante cada um dos processos, o que fornece um meio de medir a empresa (o custo atual, a necessidade de investimentos, comparar e analisar os cenários real e potencial), além de permitir um controle estratégico prévio do que será demandado para a execução de todos os fluxos das atividades de produção e dos processos financeiros. A tecnologia deve ser uma aliada no dia a dia e usada com ênfase na melhora do despenho de um ou mais processos dentro da fazenda.

– Pessoas: colaboradores capacitados atuando no seu negócio é a chave para o sucesso do empreendimento. Uma equipe dotada de conhecimentos e habilidades utilizarão de forma eficiente e otimizada todos os recursos de campo, incluindo tecnologias aplicadas, sempre buscando os objetivos definidos no seu plano de ação (estratégia). O empresário deve se relacionar com as pessoas responsáveis pelo andamento do seu negócio como um líder de uma empresa, aproximando-as do objetivo traçado e estabelecendo uma motivação para que elas estejam em constante melhora. A eficiência dos colaboradores depende da eficiência do gestor em qualificar e liderar a sua equipe.

A integração e a interação entre os três pilares (estratégias, tecnologias, pessoas) são fundamentais e dão consistência ao empreendimento, promovendo melhorias contínuas e facilidade nas transformações e adaptações, tanto pontuais quanto circunstanciais, acompanhando o dinamismo do mercado e as oscilações político-econômicas. Num ambiente otimizado onde as três partes se equilibram, os resultados certamente serão aqueles de uma empresa de êxito, garantindo uma vida saudável ao seu negócio.

Como está seu desempenho nesses três itens apresentados? Compartilhe conosco nos comentários.

Compartilhe